Jogadores PT

Sobrevivente da tragédia no Flamengo não consegue dormir

Já passaram duas semanas desde o incêndio que matou 10 jovens no centro de treinos do Flamengo, mas Jhonatha Ventura não consegue domir. O defesa, que era um dos miúdos que naquele fatídico dia se encontrava a dormir no local, está a recuperar no hospital das marcas do corpo e do espírito. O jogador, de 15 anos, ficou com 30 por cento do corpo queimado.

O empresário Jasiel Carvalho contou ao Globoesporte que Jhonatha só dorme com a ajuda de medicação e muitas vezes acorda agitado. Nos primeiros dias chegou a morder o tubo que o ajudava a respirar…

“Ele está a evoluir, mas ainda tem muitos ‘flashes’ de memória, ainda está muito abalado pela tragédia. Conta que vê imagens do fogo, ouve os gritos por socorro…. Pedimos aos médicos de lhe dessem algo que o ajudasse a dormir, porque dizia que não conseguia. Ele vai precisar de apoio total quando sair do hospital”, contou o agente.

Jhonatha partilhava o quarto com Athila, Cauan e Francisco Dyogo e foi o primeiro a fugir. Depois voltou para trás para tentar salvar o seu melhor amigo, Athila, que já estava inconsciente e acabou por ser uma das vítimas mortais. Só depois de uma semana Jhonatha foi informado da morte do amigo. “Ele perguntou-me pelo Athila e eu contei. Chorou copiosamente. Também perguntou pelo Pablo Henrique, que também era muito próximo dele [também morreu]. Agora deixou de fazer perguntas”, conta Jasiel Carvalho.