Jogadores PT

Presidente do Leixões quer VAR na II Liga

O presidente da SAD do Leixões, Paulo Lopo, pediu este domingo a entrada urgente do vídeoárbitro (VAR) nos jogos da II Liga, bem como a transmissão televisiva da maior parte dessas partidas.

Em declarações no final do empate 1-1 na receção ao Sporting B, que deixou a equipa de Matosinhos a sete pontos do segundo lugar, o último que dá a promoção à I Liga, Paulo Lopo lamentou a “falta de vontade” do Conselho de Arbitragem em receber a SAD para “apresentar as queixas em relação à arbitragem”.

“Urge que o VAR venha para a II Liga”, vincou o líder da SAD criticando que nesta prova “praticamente nenhum jogo é transmitido”, num campeonato em que diz “se passam muitas coisas que não se podiam passar”.

De um jogo em que saíram queixas sobre a legalidade do golo de Pedro Marques, que o Leixões reclamou ser “precedido de fora de jogo de Delgado”, Paulo Lopo criticou a escolha de Cláudio Pereira para arbitrar a partida.

“Era expectável que tivéssemos um árbitro com maior experiência, o que não aconteceu. Lamentavelmente”, referiu.

Mantendo o tom crítico, argumentou que ao longo do campeonato “foram castrados alguns pontos” ao Leixões porque houve “jogadores que desmaiaram dentro da área e foi falta” e noutro jogo disse que foram “feitos dois golos nos primeiros 25 minutos e nenhum deles contou”.

“Se tivéssemos o VAR sem dúvida nenhuma que estaríamos no primeiro lugar”, vincou o dirigente, para quem os “criticados adeptos do Leixões” têm sido “uns santos”, invocando que perante tudo o que o “tem acontecido no Mar, se eles fossem tudo aquilo que as pessoas dizem já muita coisa má teria acontecido”.

E concluiu: “Peço, encarecidamente, que seja colocado o VAR nos nossos jogos e que sejam transmitidas as partidas porque as pessoas têm que ver o que se passa na II Liga”.