Jogadores PT

“Hoje, as claques são negócio”

Frederico Varandas, presidente do Sporting, atirou-se às claques, nomeadamente a Juve Leo.

«É legítimo as claques criticarem as exibições da equipa e é legítimo eu criticar as claques. E a verdade é que não gostei da atitude das claques nos últimos dois jogos em casa. E hoje, quando o clube está a reerguer-se, voltamos a receber ameaças intimidatórias. Vejo exigências. Vejo elementos de claques a protestarem com sócios anónimos que simplesmente estão a apoiar a sua equipa em Alvalade», disse Frederico Varandas, continuando, ainda sobre o mesmo tema:

«Nos anos 90 fiz parte da Juve Leo. Havia excessos? Havia. Mas havia amor puro pelo clube. Havia dar sem receber nada em troca. Hoje não reconheço esse espírito. Hoje vejo um negócio. Enquanto eu aqui estiver, o Sporting nunca mais será refém de ninguém, de nenhuma claque. Ninguém está acima dos sócios anónimos que estão de alma e coração no Sporting.»Frederico Varandas atirou-se às claques, nomeadamente a Juve Leo.