Jogadores PT

5 Ex-Futebolistas Que ‘Viraram’ Jogadores de Poker

O poker é o jogo de cartas mais conhecido do mundo e também o mais popular entre os futebolistas profissionais. Grandes craques como Gerard Piqué, Neymar Jr., ou Cristiano Ronaldo são conhecidos por gracejar as mesas de poker com presenças ocasionais em grandes torneios. Mas para muitos futebolistas – ainda que de outro gabarito – o poker tornou-se em mais do que um passatempo das horas livres.
Existem vários exemplos de ex-jogadores profissionais que se decidiram dedicar ao fascinante jogo de casino, mas para este artigo escolhemos os 5 que mais sucesso encontraram nas mesas de jogo. Estes ex-craques nem sempre estiveram à altura dos melhores do mundo no que toca às habilidades com a bola, mas fazem parte de um restrito grupo de elite graças às suas proezas na mesa de poker.

Jan Vang Sørensen
No mundo do futebol, Jan Vang Sørensen é um nome que não causa impacto. Natural da Dinamarca, Sørensen actuou como atacante em diversos clubes profissionais locais, incluindo o Odense BK. A pouco promissora carreira chegou abruptamente ao fim devido a uma grave lesão no joelho que afastou o dinamarquês dos relvados aos 30 anos. A carreira como atleta não correu de forma perfeita a Jan Vang Sørensen, mas a sua ‘segunda vida’ como jogador profissional de poker não podia estar a correr melhor! Depois de vários anos a competir ao mais alto nível em torneios do circuito WSOP (World Series of Poker), EPT (European Poker Tour), e em mesas de poker online, Sørensen amealhou uma fortuna de 2 milhões de dólares. No vasto currículo do dinamarquês destacam-se as 2 braceletes conquistadas em torneios do WSOP.

Steve Watts
Se as chances de reconhecer o nome de Jan Vang Sørensen já eram poucas, então a situação agrave-se no caso de Steve Watts. O ex-avançado inglês nunca chegou a uma primeira liga europeia, tendo passado toda a carreira em clubes de divisões inferiores de Inglaterra. Conseguiu, ainda assim, realizar um total de 132 jogos e 29 golos ao serviço do Leyton Orient, um clube histórico do Reino Unido. Seguiram-se passagens pouco impressionantes por emblemas modestos como Shrewsbury Town, o St. Albans City, e o Sutton United. A carreira no poker, no entanto, foi completamente diferente. Um jogador profissional há mais de 10 anos, Steve Watts joga nos principais campeonatos do mundo e já angariou uma fortuna de 1 milhão de dólares. De modesto avançado a milionário e ídolo das mesas de poker, Steve Watts foi capaz de se revalidar por completo graças à clássica modalidade de casino.

Tony Cascarino
Se os nossos anteriores exemplos se destacam por uma habilidade no poker que ultrapassava aquela exibida nos relvados, aquele que lhe trazemos agora enquadra-se na categoria dos homens que conseguiram ser bem-sucedidos em dois tipos de campeonatos… Sensivelmente meio milhão de dólares foi o dinheiro que o antigo avançado inglês Tony Cascarino já fez a jogar nos circuitos profissionais de poker desde que se retirou do futebol em 2000. Se acompanhava a Premier League durante a década de 90, Cascarino será certamente um nome familiar. Colheu passagens importantes pelo Aston Villa e pelo Chelsea, onde fez 40 jogos. Passou ainda pelo Gillingham e pelos escoceses do Celtic; terminou a carreira em França, onde de forma algo inesperada representou o Marselha, o Nancy, e finalmente o Red Star 93.

Teddy Sheringham
Quando comparado com os seus rivais, o ex-avançado inglês Teddy Sheringham até pode parecer um modesto jogador de poker. Mas na verdade, o antigo craque da selecção de Inglaterra já fez mais de 300 mil dólares em prémios profissionais, tendo lucrado um total de 127 mil dólares num único torneio do circuito EPT. Como futebolista, Teddy Sheringham arrebata a concorrência: jogou de 1983 até 2008, tendo marcado um total de 288 golos em 755 jogos! Números impressionantes para a realidade futebolística da época, que fizeram com que Sheringham tivesse a oportunidade de representar grandes clubes. No currículo do ex-avançado contam-se passagens pelo Tottenham, pelo Manchester United, e pelo West Ham. Chegou ainda a tentar a carreira de treinador, tendo colhido passagens discretas pelo Stevenage e pelo clube indiano ATK.

Jan Mølby
Para acabar, trazemos-lhe outro grande ex-talento do campeonato inglês. Jan Mølby foi futebolista profissional durante as décadas de 80 e 90, e representou a selecção da Dinamarca em 33 ocasiões. Da nossa lista, é o único que não actuava na primeira linha ofensiva, ocupando o papel mais recuado de médio-centro. Esta autêntica lenda do desporto nórdico fez mais de 50 jogos pelo Ajax, clube onde primeiro se destacou, e mais de 200 jogos pelo Liverpool, onde mostrou o seu melhor futebol. No que toca ao poker, Jan Mølby tem tido mais dificuldades para criar um grande impacto, sendo que é possível que não se dedique à actividade a tempo inteiro. Mesmo assim, conta com prémios interessantes na modalidade de casino, com ganhos que segundo fontes oficiais ultrapassam os 10 mil dólares.