Jogadores PT

Manchester City quase contratou Lionel Messi…

Garry Cook, antigo CEO do Manchester City, em entrevista concedida ao “Athletic”, revelou e explicou uma situação insólita, quando em 2008 tentou contratar Lionel Messi ao Barcelona, devido a um mal-entendido durante uma chamada de conferência entre Thaksin Shinawatra, dono do clube na altura, e Pairoj Piempongsant, número dois de Thaksin.

“O Pairoj Piempongsant estava a ficar chateado. O telefone estava em cima da mesa e ele estava a falar com o Paul Aldridge, que tinha estado anteriormente no West Ham e fazia parte do universo do Thaksin. Imagina o cenário. Lá está o Paul [Aldridge] com o seu sotaque londrino: ‘Pairoj [Piempongsant], tens de me dizer o que estamos a fazer, isto está a ficar fora do nosso controlo'”, começou por dizer, admintindo depois que confundiu “messy” com “Messi”.

“Pairoj estava sentado numa chaise longe [cadeira de massagens], a receber uma massagem, e a gritar: ‘Sim, sim, sim! Muito confuso [‘very messy’ em inglês]. Está a ficar confuso’. Algo se perdeu na tradução e, juro pela minha filha que é verdade, percebi ‘temos de contratar o Messi'”, continuou a explicar.

Cook acabou por tentar conseguir o alegado desejo do patrão, avançando com Aldridge para a proposta, perto do Barcelona.

“O Paul veio ter comigo e disse-me. ‘Garry, isto está a ficar confuso. Não sei o que estamos a fazer’. Eu disse: ‘Façam a proposta, vamos ver o que acontece’. Depois, Dave Richards, da Premier League, ligou-me no dia seguinte: ‘Gary, fizeste uma oferta ao Messi? 70 milhões de libras [aproximadamente 82 milhões de euros]? Estás maluco?'”, revelou.

A verdade é que o emblema espanhol pensou que a oferta era verdadeira – embora difícil de acreditar -, ligando mesmo para a Premier League para confirmar. A situação ficou mais estranha quando os “blaugrana” até admitiram que teriam considerado a proposta e que poderiam ter feito um acordo semanas antes.