Jogadores PT

«Em 14 jogos com o Capela, o Benfica ganhou 13, empatou 1 e não sofreu nenhum golo. Compreendo que ele dê conforto ao Benfica»

«Em 14 jogos com o Capela, o Benfica ganhou 13, empatou 1 e não sofreu nenhum golo. Compreendo que ele dê conforto ao Benfica»

Octávio Machado, diretor para o futebol do Sporting, condenou e criticou, em declarações ao canal do clube, a nomeação do árbitro João Capela para o Académica-Benfica, colocando Vítor Pereira, presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), na mira, reforçando que «já devia ter saído das suas funções».

«Estamos num campeonato que há muito não se via em Portugal, que está a merecer a atenção do estrangeiro, os nossos jogadores estão valorizados, seria um erro que alguém estragasse a fase final do campeonato, ele que não estrague esta alegria e mobilização. O mais gritante, e é tardia, a não-continuidade de Vítor Pereira. Esta decisão só vem dar razão a quem tem condenado as suas nomeações. Vítor Pereira prestou um péssimo serviço à arbitragem, é um reinado para esquecer, criou conflitualidades na avaliação dos árbitros, a falta de critério nas nomeações. Li que as nomeações têm tido um cariz para favorecimento do Benfica e os árbitros não merecem isso, que Vítor Pereira permita que estas leituras se façam. Não acredito que não perceba de futebol, o momento que vive o futebol, mas ao permitir estas leituras é muito desagradável e penalizador para o futuro. Não contribuo para que isso aconteça. Os critérios de nomeação levam a que as pessoas façam essa leitura. Acredito em todos os árbitros, agora Vítor Pereira, pelo seu critério, está a permitir que algumas fações e Imprensa façam esta leitura», disse.

«Para lançar maior perturbação na arbitragem foi feita a nomeação de João Capela para o jogo do Benfica, árbitro que fica em posição difícil e ingrata, está a lançá-lo às feras. Toda a gente depois da nomeação ficou estupefacto. Como é possível? Compreendo que dê conforto ao Benfica. Em catorze jogos arbitrados por João Capela, o Benfica conseguiu 13 vitórias e um empate. Os adversários nunca marcaram um golo. É importante para um jogo depois de uma competição europeia. Vítor Pereira deixou cair a máscara. Devia ter saído mais cedo, vai sair pela porta mais pequena do futebol, está a manchar os próprios árbitros. Estou solidário com os árbitros face ao que Vítor Pereira está a fazer mal. Espero que os árbitros consigam sair desta armadilha. A sua saída é a prova evidente de que fez um péssimo trabalho, podia limpar a face, mas não foi isso que fez. Lançou mais um árbitro às feras. Desejo que os próprios árbitros sejam capazes de perceber que Vítor Pereira já era. Esperemos que João Capela não apareça no jogo em Moreira de Cónegos e posteriormente na final da Taça de Portugal. É um palpite», acrescentou.

O dirigente elogiou Nuno Almeida, árbitro do Sporting-Marítimo e voltou a apontar casos que prejudicaram o Sporting para lembrar aos adeptos que as decisões de títulos são feitas nos “detalhes”. «É um jovem com muita qualidade, alguns árbitros foram afastados por contestação, árbitros que não garantiam 100% da sua atuação em função da camisola. Jorge Sousa apitou dois jogos do Benfica e o Benfica perdeu os dois. Temos a questão do Slimani, o caso foi colocado para que não apitasse mais jogos do Benfica, é um caso concreto. O Benfica nunca garantiu os 100% de sucesso com Jorge Sousa. Veja-se o caso com Marco Ferreira, em que nada foi resolvido. Frente ao Marítimo vamos ultrapassar largamente os 37 mil espetadores, pois os adeptos vêm jornais, percebem tudo, há pormenores que estão a fazer a diferença, fomos a Guimarães, dominámos e só pecámos na finalização, logo empatamos, fomos ineficazes, já o nosso rival [Benfica] foi dominado e venceu por 1-0 com três penáltis perdoados contra si. Por exemplo, frente ao Benfica, no Estádio de Alvalade, houve uma agressão nítida [Renato Sanches], mas se os arautos quiseram tentar afastar Slimani, deviam tentar afastar Renato Sanches dois ou três jogos, que apenas viu um amarelo, cumpriu castigo e continua a jogar. O Adrien foi expulso e agora levou outro amarelo, é nestes pormenores que se decidem as coisas.»