Jogadores PT

Adrien: «Será dificil passar a fase de grupos»

Adrien Silva, falou esta sexta-feira aos jornalistas antes do treino aberto em alvalade, que teve forte adesão de adeptos leoninos.

Seis anos depois, o Sporting está de volta à Liga dos Campeões. Adrien Silva avisa que «será muito difícil» o Sporting ultrapassar a fase de grupos da Liga dos Campeões. Apesar de a esperança, ser a última a morrer.

«Tendo em conta o nosso orçamento comparado com o dos outros clubes, temos de dar o nosso melhor e representar o Sporting da melhor maneira, para dignificar esta camisola», referiu o médio dos leões.

Quando questionado se passar a fase de grupos será uma obrigação, Adrien respondeu que «Acho que não» indicando que «Temos de ter a consciência de que será muito difícil, mas no futebol nada é impossível».

 

Sobre o trabalho de Marco Silva ao serviço técnico do Sporting, Adrien assume estar confiante para a temporada 2014/15.

«Marco Silva está a dar indicações muito positivas», disse o jogador verde e branco, frisando que o desempenho conseguido no Estoril «diz bem o seu valor (de Marco Silva)». «Agora esperamos que nos possa ajudar a chegar ao nosso melhor nível», frisou.

Adrien adiantou que «as expetativas são altas, como todos os sportinguistas esperam» e que «O grupo está com vontade de fazer muito mais e tem começado muito bem», querendo «ganhar pelo menos um título esta temporada».

Sobre o calendário da Liga comentou: «Temos de começar bem, mas nada se resolve no início, temos de manter a fasquia bem alta durante todo o campeonato e não oscilar.»

 

O jogador que não integrou os “eleitos” de Paulo Bento, admite ter ficado triste com o desempenho da seleção portuguesa no Mundial’2014.

«Foi duro por não poder ajudar, foi duro por não passarem à fase seguinte, mas a vida continua e temos de seguir em frente», rematou Adrien Silva. O médio leonino não comentou a ausência da convocatória: «Não me cabe a mim decidir isso, é ao selecionador e é apenas isso».

«Infelizmente não conseguiram o objetivo que eles queriam mais, que era passar a fase de grupos, foi uma pena, ficámos todos tristes. Temos de continuar a lutar, para no próximo Europeu melhorar a imagem» referindo que «Não é uma questão de estar surpreendido ou não (com os resultados na fase de grupos), fiquei triste, porque os meus colegas não conseguiram o objetivo que queriam».