Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

“Assinei contrato de forma quase clandestina” – Suárez

Luis Suárez não vai esquecer tudo que aconteceu depois do incidente com Giorgio Chiellini no Mundial do Brasil. O uruguaio diz ter sido “tratado como um criminoso” após a suspensão da FIFA.

“Tivemos de planear tudo cuidadosamente, partindo do princípio que os paparazzi ou algum adepto me pudessem fotografar em alguma atividade remotamente relacionada com o futebol. Tive de assinar o contrato de forma quase clandestina, sem que tivesse sido um assunto público”, revelou o jogador na sua autobiografia, intitulada Mi vida, Luis Suárez.

“Havia um plano de três carros que saíam de três saídas diferentes para a eventualidade de a Imprensa ter sido avisada. Tive de habituar-me à ideia de ser uma operação oculta. Saía de casa dos meus sogros escondido para iludir os paparazzi”, contou.
.