Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

«Benfica e FC Porto não têm o direito de melhorar?» – Jorge Mendes

Jorge Mendes considera ser uma “completa estupidez” a proibição dos fundos de jogadores no futebol.

“É ilegal, completamente ilegal, ilegal, ilegal, ambas as imposições são ilegais. A maior parte das pessoas não sabe do que estão a falar. Ninguém tem o direito de impedir que um jogador procure um emprego melhor e é isso que estão a fazer”, declarou Mendes.

O empresário deu os exemplos de FC Porto e Benfica como clubes que sairão prejudicados com esta proibição.

“Benfica e FC Porto não recebem mais do que 18 milhões de euros de direitos televisivos por ano. Em Inglaterra, um pequeno clube recebe 80 ou 90 milhões. Eles não têm o direito de encontrar formas de melhorar? Estão a matar a competição, a matá-la. Clubes como o Benfica e o FC Porto têm jogado na Liga dos Campeões, obtido bons desempenhos mas não conseguirão acompanhar o nível dos restantes [se estas proibições se mantiverem]. Em Espanha a mesma coisa. O Atlético de Madrid nunca teria ganho a Liga [na última temporada], nunca, completamente impossível”, argumentou.

“O que é que querem? Uma competição apenas entre o Real Madrid, o Barcelona, o Bayern Munique e o Manchester United?”, questionou.

O superagente não tem duvidas que estas normas da FIFA e da UEFA serão derrotas na justiça algum dia.

“Isso vai acabar. Um tribunal, não sei onde, não sei quando, não sei como vai acabar com isso. Se o fair play financeiro for parar aos tribunais vai perder com um milhão por cento de certeza. Se o TPO for a tribunal vai perder com um milhão por cento de certeza”, concluiu.