Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Benfica responde ao atraso de pagamento a Jesus e ameaça processar o técnico e exigir 7,5M€

Jorge Jesus pondera avançar para tribunal com o Benfica, por o clube encarnado não lhe ter pago o último mês de contrato… Os encarnados já responderam ao “mister”.

O Benfica confirmou mesmo que não pagou o último mês a Jorge Jesus, e acrescentou ainda que não o tinha que fazer.

Segundo João Gabriel afirmou ao Expresso, Jorge Jesus denunciou unilateralmente o contrato com o Benfica em Junho deste ano, quando começou a trabalhar no Sporting… Portanto, o Benfica só não lhe irá pagar o mês de junho, como ainda vai avançar com uma queixa em tribunal.

O Benfica vai exigir, nada mais, do que o pagamento da cláusula de rescisão de contrato: 7,5 milhões de euros.

«Seria estranho o Benfica pagar o mês em que o seu funcionário não apenas não trabalhou mas, pior, trabalhou para outra entidade», disse João Gabriel.

«Mas não é só isto que está em causa, a verdade é que, perante um contrato válido, houve uma das partes que o denunciou de forma unilateral e sem justa causa, portanto o Benfica vai agir na defesa dos seus interesses pela via que dispõe que é a via judicial.»

Em causa, está o facto de JJ ter sido visto, fotografado e filmado por vários jornalistas, a entrar na Academia dos leões, onde permaneceu várias horas, ainda durante o mês em que tinha contrato com os encarnados.

«Quem está 8 horas a trabalhar em Alcochete é porque executa um contrato de trabalho, ou acha que o Presidente do Sporting, em declaração pública anuncia a 5 de junho Jorge Jesus como treinador do Sporting sem haver um contrato?», acrescenta João Gabriel.

«Há matéria factual, esta e muita outra, a justiça dirá quem tem razão. É normal que se recorra aos tribunais quando há divergências e entendimentos diferentes, é o que faremos na defesa dos interesses do Sport Lisboa e Benfica.»