Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Diretor do estádio admite separação de negros e brancos: «Para combater o racismo»

O diretor do Estádio Olímpico de Kiev, Volodimir Spilchenko, irá fazer uma separação de negros e brancos no estádio.

Desta forma, o diretor pretende evitar cenas semelhantes às que aconteceram no jogo entre o Dínamo de Kiev e o Chelsea, no jogo da Liga dos Campeões a contar para o grupo onde se encontra o FC Porto.

A UEFA abriu um processo disciplinar ao clube de Kiev, que já enfrenta 3 acusações, e uma delas por racismo. Filmagens gravaram um ataque a quatro adeptos negros, que não passou despercebido à FARE (rede de anti descriminação), que enviou o caso para a UEFA.

Volodimir Spilchenko, em entrevista na Rússia, foi confrontado por um jornalista com a criação de um “setor negro”, e o diretor achou uma “boa ideia”: «Provavelmente vamos ouvir a sua proposta… Estamos a tentar, talvez, fazer uma secção separada para adeptos negros, de forma a evitar o racismo».