Jogadores PT

Jamor não recebe a final da taça.

A final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, não será disputada no Estádio Nacional, no Jamor. Esta foi uma das medidas que saíram das várias reuniões entre a Federação Portuguesa de Futebol, promotora do evento, e a Direção-Geral da Saúde.

Uma vez que a retoma das competições, nomeadamente os 90 jogos que faltam para a conclusão da Liga, será feita em estádios mais modernos, apetrechados de zonas de acesso mais amplas e independentes, é natural que o velhinho Estádio Nacional chumbasse.

As alternativas são o Estádio Algarve ou o Estádio Municipal de Aveiro, palcos que têm recebido, nos últimos anos, a Supertaça Cândido de Oliveira. De qualquer forma esta é uma evolução face ao que a própria FPF admitiu a 27 de abril, quando questionava as condições para a não realização da partida, alegando que poderiam não estar reunidas as condições de saúde pública para o efeito.

Mas a partir do momento em que o primeiro-ministro, António Costa, afirmou, a 30 de abril, dois dias após a reunião em São Bento com a Federação, Liga Portugal e os três grandes, que poderiam ser realizadas as 10 jornadas e a final da Taça de Portugal, a ordem foi no sentido de ver qual o melhor local. Tudo aponta para a escolha recair num dos estádios do Euro-2004 que só ocasionalmente são notícia por receber grandes jogos.