Jogadores PT

Jogadores presos por resultados combinados

Dois jogadores foram condenados à prisão pelo envolvimento num caso de resultados combinados num jogo de futebol.

Orlando Marque Henriques Mendes de 49 anos e Moisés Natalino de Jesus, de 31, são jogadores timorenses que foram condenados a 24 e 20 meses de prisão respectivamente, pelas suas participações na «conspiração criminosa». Orlando Mendes ainda teve que pagar cerca de 655 euros.

A decisão do tribunal foi anunciada na sexta-feira, 24 horas depois dos timorenses reverterem a sua declaração inicial, passando a declarar-se culpados de participação no caso.

Os jogadores timorenses foram acusados de aceitar subornos para oferecer aos jogadores da equipa de futebol Timor-Leste, para que perdessem o jogo com a Malásia a 30 de maio.

Em comunicado dizem que Singapura adota «uma política de tolerância zero em relação à corrupção e viciação de resultados, que não se tolerada em qualquer formato».

«O CPIB não hesitará em tomar medidas contra qualquer parte envolvida em atividades relacionada com a manipulação de resultados», refere o comunicado