Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

José Mourinho com a final no bolso

José Mourinho com a final no bolso

José Mourinho recusa olhar para a Liga Europa como a possível ‘salvação’ da época do Tottenham. A nível interno, os londrinos seguem na nona posição da Premier League e têm presença garantida na final da Taça da Liga, onde irão defrontar o Manchester City, de Pep Guardiola e dos portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva. O jogo está marcado para 25 de abril. Até lá, avisa, há outras batalhas para travar. E para vencer.

«Em primeiro lugar, temos uma final para jogar no bolso. Está lá e há um fecho. E o bolso está fechado. Só o vamos abrir no dia 25 de abril. Mas é um facto que temos uma final para jogar e é muito importante para nós. Na Premier League as contas só se fazem depois do último jogo. Na Liga Europa há muitas equipas que a querem vencer, incluindo, de forma injusta, aquelas que são eliminadas da Liga dos Campeões», salientou o treinador português, após a vitória (4-1) frente ao Wolfsberger, na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

«Sempre defendi que a Champions é para as equipas que se qualificam para a Champions, e a Liga Europa para as equipas que se qualificam para a Liga Europa. As regras são o que são e temos de respeitá-las, mas as equipas que vêm da Liga dos Campeões tornam-se favoritas», argumentou Mourinho, concluindo: «Há muitos candidatos a vencer a Liga Europa. Olhando apenas para o nosso país (Inglaterra), temos Tottenham, Arsenal, Manchester United e Leicester. Se olharmos aos outros países encontramos várias boas equipas com a mesma ambição.»