Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Luisão evitou agressões entre Rui Costa e médio sérvio

Luisão evitou agressões entre Rui Costa e médio sérvio

A saber, o médio sérvio Filip Djuricic contou bastidores de sua passagem rápida pela equipa do Benfica. O jogador revelou que quase esteve as agressões físicas com Rui Costa. A época, o ex camisa 10 era director esportivo e não entendeu uma decisão que se tomou pelo treinador. Luisão foi quem segurou as emoções de ambos:

“Depois de ter entrado bem num jogo, era suposto ser titular na partida seguinte, mas comecei no banco. O treinador mandou-me fazer aquecimento muito cedo e manteve-me sempre em movimento. Quando vi que ele chamou outro jogador para entrar, fui diretamente para o balneário. Rui Costa viu-me e foi atrás de mim. Houve um confronto verbal e foi lendário capitão Luisão que evitou um confronto físico.

No fim, o clube cedeu e permitiu que saísse sem compensação porque não queria ficar com má reputação. Despedimo-nos em tom relativamente amigável”.

Boa relação entre as partes

A relação entre os dois, anterior ao caso, era boa. Rui Costa portanto, foi o principal ponto a conseguir levar o médio aos Encarnados:

“Estava perto de me mudar para o Ajax e tinha recebido várias ofertas de clubes como o Arsenal, o Dortmund, o Liverpool, o Inter e também o Milan. Optei pelo Benfica porque me parecia a melhor opção na altura. Era uma equipa dominante no campeonato nacional e disputava a Liga dos Campeões. Era crucial que eu fosse um grande desejo do clube e do diretor Rui Costa e foi ele que me convenceu a ir para Lisboa. Disse-me que eu ficava com a camisola 10. ‘Depois de mim e do Aimar és tu, com uma equipa que será formada à tua volta', disse-me. Naquele momento, eu era a maior transferência da história do clube. É um indicador do quanto eles estavam interessados e do quanto as coisas mudam no futebol de hoje”.

Foto destaque: Reprodução/Benfica