Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

«Mudei de clube porque fui obrigado» – Jorge Jesus

Jorge Jesus que saiu do Benfica para assinar contrato com o Sporting no verão de 2015, falou sobre as razões que o fizeram mudar de clube…

O técnico leonino diz que foi “obrigado” a mudar de clube no final da época. Garante que nunca pensou ir para o Sporting, mas é certo que do estrangeiro não chegaram propostas de clubes com um «projeto desportivo» que lhe permitisse chegar sequer a uma meia-final da Liga dos Campeões.

Sobre a sua mudança de clube, JJ diz que foi obrigado: «Porque é que mudei? Primeiro porque fui obrigado. Segundo, juntei isso ao ter de descobrir outro desafio, a tentar fazer o que fiz no Benfica noutro clube. E se tinha a possibilidade de fazê-lo em Portugal ainda melhor. E tive! Tinha a possibilidade de ir para o estrangeiro e de ficar em Portugal. Nunca pensei em ir para o Sporting, nunca me passou pela cabeça. Não era um projeto que eu achei que fosse acontecer. Não porque o Sporting não fosse um clube com dimensão. Claro que o Sporting é um clube com dimensão. E muita! Mas porque sou um treinador caro em Portugal.»

O ex-treinador das águias diz ainda que «Entre ir para o Sporting ou para o estrangeiro, senti que o projeto desportivo das várias equipas que me queriam não me transportava para essa possível equipa que me pudesse levar a uma final ou meia-final da Champions».

O técnico leonino diz frisa ainda que não foi o dinheiro que o fez ir para o Sporting, até porque se saísse de Portugal, iria ganhar mais: «Financeiramente era muito melhor, sem dúvida. Não há comparação possível. E também porque havia um sentimento do meu pai. Nunca pensava, naquele momento, ir treinar o Sporting, mas sempre pensei que um dia mais tarde ia cumprir essa promessa que fiz ao meu pai. Foi mais cedo do que pensava.»