Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

“O LIVERPOOL CAMPEÃO… MOURINHO DIZ NÃO”

“O LIVERPOOL CAMPEÃO… MOURINHO DIZ NÃO”

Passaram-se esta segunda-feira exatos seis anos sobre a vitória do Chelsea, na altura treinado por José Mourinho, em casa do Liverpool, por 2-0, naquele que foi o arruinar das aspirações dos reds em chegar ao tão ansiado título de campeão inglês, jogo marcado pela escorregadela de Steven Gerrard. A equipa de Brendan Rodgers acabaria por perder o campeonato na reta final para o Manchester City.

Habitual suplente de Petr Cech, o australiano Mark Schwarzer acabou por, de forma inesperada, ter de assumir a baliza do Chelsea e revelou alguns detalhes sobre essa partida.

«Convém não esquecer que tínhamos o jogo com o Atlético Madrid para a Champions poucos dias depois. Eu nunca pensei jogar aqueles jogos, mas o Cech lesionou-se e entrei. O Mourinho não queria o Liverpool campeão. Nem ele, nem o nosso balneário. Ele não andou bem naquela semana, estava doente e a palestra durou uns sete ou oito minutos. Deixou alguns jogadores importantes em Londres e tínhamos algumas lesões… Jogaram o Ivanovic no centro da defesa e o Kalas, uma estreia na Premier.

– O Mourinho disse-nos que o segredo seria frustrar o Liverpool. Dizia que tínhamos de os ‘irritar’ e que essa estratégia ia resultar, porque eles iriam abrir espaços lá atrás e teríamos as nossas oportunidades. Disse-me para, quando a bola saísse, perder tempo desde o primeiro minuto, para perder tempo. Para andar e não correr. O público e os jogadores ficaram loucos, nunca tinha visto Anfield assim. Arruinámos a festa deles», lembrou Schwarzer à rádio da BBC.