Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

OFICIAL: Fim de uma era no Borussia Dortmund

Chegou ao fim uma era no Borussia Dortmund. Numa conferência em que estiveram presente o chairman do clube alemão, o diretor desportivo, e ainda o treinador Jürgen Klopp, foi anunciado que o técnico do Dortmund, irá deixar a equipa no próximo verão, após sete temporadas.

Klopp, não evitou a emoção. «Receio que não possa verificar a correção destas frases. Estou a aperceber-me rapidamente de que nunca na minha vida estive tão perto de ser inútil como agora», disse ele.

Nas sete temporadas que esteve em Dortmund, Klopp levou o Borussia Dortmund ao sucesso depois de um período difícil: Venceu 2 campeonatos, 3 supertaças, 1 taça da Alemanha e ainda foi finalista vencido da Liga dos Campeões em 2012/2013. Esta temporada, as coisas não têm corrido bem, e o Dortmund tem estado longe dos patamares atingidos em épocas recentes, sendo o 10º classificado na Bundesliga a 37 pontos do Bayern Munique.

«Sempre disse que no momento em que achasse que já não seria o treinador perfeito para este extraordinário clube, o diria. Acredito plenamente que esta é a decisão certa. Ninguém tem de agradecer-me. Ambos os lados investiram muito e tiraram muitos proveitos», disse Klopp, que admitiu que as saídas de alguns jogadores motivaram a decisão. «Não tivemos temos de reagir», disse.

Entre lágrimas, Hans-Joachim Watzke, chairman do Dortmund, deixou bem claro que o treinador nunca será esquecido no clube. «Tivemos uma relação especial e foi uma decisão muito difícil de tomar» confessou o diretor desportivo, Michael Zorc, e espera que os jogadores dêem a Klopp «despedida que merece». «Escrevemos um conto de fadas nos últimos anos e o Jürgen foi a figura-chave», acrescentou Zorc.

Não se sabe o destino de Klopp, mas o técnico alemão de 47 anos tem o seu nome associado a grandes clubes ingleses como o Arsenal e Manchester City.

Klopp diz que não está cansado nem vai fazer uma pausa como fez Guardiola quando deixou o Barcelona, ao contrário do que tinham dito: «Li esta manhã que eu estava cansado. Isso não é verdade e não tenho a intenção de fazer uma pausa sabática de um ano», esclareceu.

Para suceder a Jürgen Klopp está a ser avançado o nome de Thomas Fuchel, antigo treinador do Mainz 05.