Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Peñarol diz que Benfica fez pirataria no negócio de Jonathan

O dirigente do Peñarol, Ricardo Rachetti, acusou hoje o Benfica, referindo que o clube da Luz aproveitou-se das polémicas declarações que o jornalista Jorge Silveira disse ao alegar que o avançado uruguaio tinha problemas com o álcool, e que as águias utilizaram mesmo essas declarações, para tirar proveito na negociação de Jonathan.

Ricardo Rachetti, chegou mesmo a dizer que o Benfica fez “pirataria” no negócio do jogador avançado: «O advogado Paulo Gonçalves, disse-me “Não vamos avançar, vocês econderam-nos esta informação e este comportamento do jogador”. Obviamente, os portugueses são piradas, pensam em tudo para poder negociar, e já estão cinco passos à nossa frente. Mas explicamos que já tínhamos um pré-contrato assinado e que tinham que o cumprir».

O dirigente uruguaio disse que não tinha alternativa senão aceitar a proposta dos encarnados: «Se não fosse firma, passavam-me por cima. Mas depois apareceu o presidente do Benfica a dizer que só aceitava fazer o negócio com determinadas condições e com algumas regras. Falei com os meus colegas e concordamos que teríamos de aceitar a proposta».