Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Processo de inquérito a Bruno de Carvalho sobre a verdade de aliança entre Benfica e Sporting

Foi aberto um processo de inquérito pela Comissão de Instrução e Inquéritos, para apurar a verdade sobre a aliança proposta pelo SL Benfica ao Sporting.

Essa suposta aliança, foi revelada pelo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, na sua página do Facebook, na qual o presidente leonino dizia que Luís Filipe Vieira, lhe tinha sugerido um acordo, para que ambos os clubes ganhassem o título, alternando entre eles.

Estas declarações foram mais longe que apenas o Facebook, e chegaram à Liga e a Comissão de Instrução de Inquéritos, teve como decisão por iniciativa própria, abrir um inquérito para saber até que ponto esta declaração pode ser verdade.

Bruno de Carvalho, vai ser chamado para prestar declarações sobre a vericidade das afirmações que fez, e pode não ser o único a prestar declarações, uma vez que o presidente dos leões, referiu que Luís Filipe Vieira, também falou do mesmo assunto com o motorista do Sporting.

Se estas acusações não forem provadas, o próprio acusador (Bruno de Carvalho), pode ser alvo de um processo.

Bruno de Carvalho acusou o presidente das águias de ter proposto esta aliança, há cerca de um ano:
«Ainda me lembro de Luís Filipe Vieira, mal fui eleito, a pedir várias vezes ao seu amigo da Doyen, Nelio Lucas para me levar a sua casa tomar o pequeno almoço, convite que sempre recusei. De andar a correr atrás de mim na Liga a tentar convencer me a fazer uma aliança consigo e que assim poderíamos ir alternando as vitórias no campeonato, pretensão a que nunca anui», escreveu Bruno de Carvalho no Facebook.

«Nas vezes em que a falta de uma resposta positiva minha a essa pseudo aliança o levavam a entrar no meu carro, quando eu não estava presente, tentando convencer o meu motorista das virtudes de uma aliança. Estas são algumas das lembranças que guardo deste senhor.»

Se a Comissão de Instrução e Inquéritos encontrar fundamentação para um processo, o caso será enviado para o Conselho de Disciplina da Federação, que terá a responsabilidade de tomar uma decisão sobre a punição.