Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Rafael Leão fala sobre titularidade e futuro

Rafael Leão fala sobre titularidade e futuro

O avançado Rafael Leão esteve a falar, na antevisão da seleção Portuguesa, na manhã desta sexta-feira (27). O campeão italiano pelo Milan, foi o porta voz do plantel que estreará na Nations League, no dia 02/06, contra a Espanha. Decerto, o jogador retornará a Alvalade, estádio do confronto, após sua saída difícil do Sporting:

“Tenho sempre orgulho vir à Seleção e jogar. Seja em Alvalade ou noutro estádio estou a representar a Seleção, vai estar um grande ambiente, os portugueses estão desejosos de nos ver, talvez, a levantar mais um troféu”.

O jogador esteve a projetar a partida clássica dentro de seu país:

“Sabemos que a Espanha é uma grande seleção, mas nós também, vamos bater-nos de frente, não há jogos fáceis e pretendemos ganhar. É muito forte na posse de bola, vamos explorar as fragilidades. O que temos feito é preparar bem o jogo, porque entrar com uma vitória é importante”.

Pronto para ser titular

Decerto, após grande época com a camisola milanista, todos os torcedores pedem Leão nos 11 iniciais. Entretanto, há figuras a frente do avançado dentro da seleção, como Diogo Jota e Ronaldo. O jogador esteve a comentar sobre suas características, que podem o ajudar a ser titular:

“O que fazes no clube ajuda a ser convocado, mas cabe ao mister decidir quem coloca a jogar. Sim, sinto-me mais confortável a extremo esquerdo, mas já fiz ponta de lança e extremo direito, vou dar o máximo onde me colocarem”.

Sobre o futuro, Leão se mostrou feliz com a época feita do Milan. Seu nome está em ligação com grandes equipas, incluindo o Real Madrid. Ainda assim, o jogador se mantém em calma para avaliar tudo que pode acontecer daqui para frente:

“Fico muito contente, mas tenho os pés bem assentes no chão. É um orgulho trabalhar com jogadores com muita experiência. Quanto à minha evolução, saí jovem do Sporting e fui para o Lille. As pessoas talvez não saibam, mas a Ligue 1 é um campeonato forte, evoluí. Depois um passo importante para o Milan. Dois anos não foram como queria, mas agora estou mais maduro e confiante, época correu como eu queria. Espero alcançar coisas grandes no futuro”.

Em suma, Portugal estará nos relvados no dia 2, contra a Espanha. No dia 5, contra a Suíça e no dia 12, contra República Checa.

Foto destaque: Reprodução/FPF