Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Comité de Recurso retira cartão amarelo atribuido a Messi

O FC Barcelona, recebeu e venceu ontem, o Espanyol também da cidade de Barcelona, por 5-1 com um hat-trick de Messi.

Na jornada anterior a esta, o FC Barcelona foi ao terreno do Valência vencer já nos descontos, a equipa de Nuno Espírito Santo por 0-1, onde o argentino viu um cartão amarelo durante os descontos, por “atrasar o regresso ao relvado, depois de o Barcelona ter marcado um golo, de modo a perder tempo”.

O FC Barcelona apelou ao Comité de Recurso para que o argentino fosse despenalizado, uma vez que Messi foi atingido por uma garrafa enquanto festejava, junto da sua equipa, o golo da vitória no Mestalla.

O organismo, salientou que no relatório do jogo, estão descritos o lançamento de várias garrafas de plástico, tendo uma delas atingindo o número dez da equipa catalã

«A prova videográfica demonstra a celebração coletiva de um golo por um grande número de jogadores do clube recorrente e regista, sem solução de continuidade, o impacto de uma garrafa de água, de um tamanho inferior a um litro, na cabeça do jogador sancionado», argumenta a resolução.

Desta forma, o Comité de Recurso estimou que, não se tratou de uma perda de tempo propositada por Messi, mas antes uma reação normal de quem sofreu um ato de vandalismo de um espetador, pelo que não se pode atribuir ao avançado a sanção que lhe foi atribuída (cartão amarelo).

A entidade confirmou também o castigo ao jogador do Real Madrid, Isco, que foi expulso contra o Málaga por acumulação de amarelos e, consequentemente, será suspendo por um jogo.