Jogadores PT

Sara Carbonero insultada e gozada no Porto

Sara Carbonero, grávida do seu segundo filho e mãe de Martin, de 2 anos, encontra-se na cidade do Porto, com o seu marido Iker Casillas, a viver aquela que deveria ser uma das épocas mais felizes da vida de uma mulher.

O nascimento do 2º filho está previsto para abril deste ano, e contente com a notícia, Sara Carboneto decidiu partilhar o sexo do bebé com os seguidores do seu blogue: «É um menino. Estou muito feliz, porque o Martín vai ter um irmãozinho, um companheiro de jogos, de aventuras e de vida», escreveu a jornalista.

Porém, a vida de famoso nem sempre é fácil. Segundo o que foi avançado pelo jornal espanhol “ABC”, o casal espanhol está a passar por uma fase particularmente complicada na cidade do Porto, que faz recordar a época de tensão por que passaram em Madrid, quando a posição de Casillas começou a ser posta em causa. Na raiz de todos os males parecem estar as fracas prestações do jogador espanhol enquanto guarda-redes do Porto, nomeadamente o erro no jogo do FC Porto frente ao Vitória de Guimarães, que terá levado ao golo da vitória do rival.

De acordo com a publicação referida, Sara foi já por várias vezes alvo de piadas e comentários menos próprios por parte dos adeptos dos “dragões”. Enquanto a esposa de Iker Casillas andava às compras pelas ruas da Invicta, terá sido interpelada por adeptos azuis e brancos que, entre várias outras coisas, lhe gritaram: «Quem pensas que és? A nova Vitória Beckham?» Para além destas palavras, segundo a publicação, Sara ainda ouviu alguns insultos por parte dos simpatizantes do FC Porto. Apesar de parecer ter ficado surpreendida com as provocações, a mulher do guardião dos dragões conseguiu manter a calma e decidiu não dar importância aos insultos.

A publicação online fez ainda um comentário algo questionável sobre as atitudes dos portugueses: «Está à vista que, em Portugal, alguns ainda não se acostumaram a semelhante grau de estrelato galáctico no planeta futebol. Na verdade, os grandes lusos desenvolveram as suas carreiras no estrangeiro, com Cristiano Ronaldo e José Mourinho ao leme».