Jogadores PT

Segundo título do Benfica está época, no jogo em que Jorge Jesus disse ter sido o último

O Benfica e o Marítimo defrontaram-se esta noite, no Estádio Cidade de Coimbra, para disputar a final da Taça de Portugal, conquistada pela equipa bicampeã nacional.

As águias derrotaram o Marítimo num jogo disputado com alta intensidade, juntando esta Taça da Liga 2014/2015, às restantes 5 que conquistaram em anos anteriores.

O Marítimo aguentou-se e ainda criou alguns lances de algum perigo, mas foi o Benfica que se adiantou primeiro no marcador. Aos 37 minutos, depois de uma assistência de Jardel, o suspeito do costume, Jonas, no centro da área, colocou de cabeça, a bola fora do alcance de Salin. A partir do golo, o Marítimo cometeu alguns erros, mostrando claros sinais de que “precisava” do intervalo.

Iniciada a segunda parte, logo aos 47 minutos, Raúl Silva vê o segundo cartão amarelo e é expulso, deixando a tarefa mais complicada para a equipa da Ilha… Complicado só teoricamente, porque aos 55 minutos, conseguem mesmo chegar ao empate, por intermédio de João Diogo, que frente a frente com Júlio César, consegue fazer o 1-1.

O Benfica, a jogar com mais um jogador que o adversário, mostrou nos últimos 25 minutos, já com Talisca e Ola John em campo, para os lugares de Pizzi e Sulejmani, respetivamente, o porquê de ser Bicampeão nacional, com várias oportunidades de ouro, desperdiçadas, para se adiantarem no marcador. O holandês Ola John, conseguiu desenvolver a vantagem às águias, com um remate à entrada da pequena-área, a fuzilar Salin, que fez uma exibição extraordinária negando o golo às águias, por mais que uma vez.

Resultado final, 2-1 para o Benfica. Os encarnados conquistaram assim a 6 Taça da Liga depois de já terem conquistado o Bicampeonato.

Antes da partida, na conferência de Imprensa, perguntaram a Jorge Jesus se aquele seria o seu último jogo ao comando técnico do Benfica, ao que o treinador respondeu: «Uma coisa tenho a certeza: é o último jogo do Benfica na época 2014/215».

Jorge Jesus conquistou o 10º título enquanto treinador do Benfica, reforçando a liderança no registo de troféus conquistados na história do clube.