Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Treinador espanhol para liderar os Castores

Treinador espanhol para liderar os Castores

A saber, os Castores continuam a buscar por um novo treinador. Decerto, desde a saída de Jorge Simão, no sábado (11), o presidente da equipa, Paulo Meneses, negocia com alguns nomes, mas sem nenhum sucesso. Entretanto, o candidato ao cargo, desta vez, parece estar mais perto de aceitar.

Portanto, o espanhol Julio Velazquéz é o nome da vez. O comandante, que começou esta época no Marítimo, está sem clube e pode dar sequência no torneio à frente do FC Paços. Júlio ganhou força nas últimas horas, após as negociações com João Pedro Sousa e Sá Pinto não avançarem.

Com 40 anos, Velazquéz foi demitido na jornada 11. Pelos insulares, comandou apenas uma vitória, quatro empates e seis derrotas. Entretanto, tem o conhecimento do futebol português. Lá, já foi treinador do Belenenses SAD e do Setúbal. Há chances de ser o novo treinador ainda hoje.

Castores agradecem passagem de Jorge Simão

Decerto, após a saída de Simão, o FC Paços agradeceu ao treinador por meio de nota oficial. No comando dos Castores, o treinador conquistou apenas 11 pontos. Em 14 jornadas, foram cinco derrotas seguidas e mais de dois meses sem vencer. Além da má campanha na Primeira Liga, o time foi eliminado da Taça. Confira a mensagem de despedida para Jorge Simão:

“A Direção do FC Paços de Ferreira SDUQ Lda. e a equipa técnica, liderada pelo mister Jorge Simão, reuniram no dia de hoje e, de forma perfeitamente consensual, digna e responsável, entenderam fazer cessar com efeitos imediatos o contrato de trabalho celebrado, pelo que a partir da presente data estão terminadas as suas funções no Clube.

A direção do FC Paços de Ferreira SDUQ Lda. pretende reconhecer de forma veemente e sincera o profissionalismo, dedicação e competência de toda a equipa técnica, que infelizmente não foi possível materializar em resultados desportivos.

Ambas a partes desejam as maiores felicidades, sucessos profissionais e institucionais, numa ligação que num clube como o FC Paços de Ferreira perduram além das relações contratuais”.

Foto destaque: Divulgação/FC Paços