Jogadores PT

O adeus ao Futebol aos 32 anos.

O adeus ao Futebol aos 32 anos.

É a parte má do desporto, aquela dor, fina, mas que insistes em existir. São muitos os desportistas que acabam as suas carreiras mais cedo, devidos às lesões. E este, é mais um caso.

Juan Camilo Zúñiga, anunciou o final da sua carreira desportiva como jogador de futebol, no local, que o viu nascer para o mundo do “Desporto Rei”, o Atlético Nacional.

A primeira complicação física ou lesão, apareceu em 2004, enquanto este, estava ao serviço das seleções jovens da Colômbia, onde teve de reconstruir o menisco externo do joelho direito e como consequência, uma paragem de 6 meses. Ate ao ano de 2014, teve pequenas lesões, mas foi neste ano, que voltou a lesionar-se no mesmo local, mas a resposta à lesão foi positiva. Mas o futuro, acabaria por “trair” Zúñiga. Em outubro do mesmo ano, nova lesão no menisco do joelho direito. Desta vez, era o fim. A resposta à lesão não foi boa e por acréscimo, os problemas físicos, foram aumentando.

Na sua carreira, Camilo Zúñiga, representou clube como o Atl. Nacional, Siena, Nápoles, Bolonha e Watford. Foram no total, 366 jogos, onde marcou por 14 vezes. Com a camisola da seleção, registou 65 jogos e apenas 1 golo.

É o fim de uma carreira, uma carreira, que prometia altos voos.

 

O adeus ao Futebol aos 32 anos.

Velocidade, era a arma mais forte de Zúñiga