Jogadores PT

“Sim, Jorge Jesus calou a minha boca”

Antigo internacional brasileiro, agora comentador, reconheceu ter errado ao criticar o técnico português.

Para o bem ou para o mal, são muito poucos os que ficam indiferentes ao trabalho que Jorge Jesus tem levado a cabo ao leme do Flamengo.

E há quem, ao longo do tempo, vá mudando de opinião em relação ao treinador português. No Brasil, o antigo internacional brasileiro Neto, que chegou a tecer duras críticas a JJ, reconheceu ter errado e elogiou os feitos do timoneiro rubro-negro.

“Sim, o Jorge Jesus calou a minha boca. No começo, naquele jogo com o Emelec [da Taça Libertadores], o Jorge Jesus ainda não sabia que estava no Flamengo, ainda não sabia que era o mister e aos poucos formou uma equipa muito forte. Quando coloca o Gerson como volante [médio], ele revoluciona a equipa do Flamengo, e quando tira o Diego e coloca o Everton Ribeiro como 10, ele torna no Flamengo numa equipa muito forte (…) Ele pediu ritmo e fez o futebol do Flamengo ser muito forte. Fez o Flamengo ser uma das maiores equipas do mundo”, afiançou Neto, no programa “Expediente Futebol”, da Fox Sports.

No mês passado, o comentador tinha tecido duras críticas a Jesus: “Quem está lá em cima é mais fácil para cair. Ele desrespeitou o campeonato. Disse que não vale nada, que é uma pré-temporada, que é treino. Ele não está a respeitar o Vasco, o Fluminense e o Botafogo. Os adeptos nem precisam de ir aos jogos assim. O Jorge Jesus é mascarado, soberbo e o Flamengo é muito maior”, disse, na altura.