Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Jogador do Dortmund multado por… falsificar exame de condução

Livrou-se de uma pena suspensa que poderia ter custado 1 ano de prisão, mas pagou “apenas” (para ele) 30 mil euros! Foi o custo desta “brincadeira” protagonizada pelo avançado do Borussia Dortmund, que queria ter a carta de condução de forma fácil.

Tudo aconteceu em 2009, quando o colombiano Adrián Ramos, atual avançado dos alemães do Dortmund, ainda jogava no Hertha de Berlim e tentou falsificar o seu exame de condução enviando um amigo no seu lugar. Ramos tinha medo de reprovar no exame teórico para validar a carta de condução colombiana que já tinha. Então pediu a um amigo seu para comparecer no seu lugar. Só que, um amigo de origem europeia, não passa bem por colombiano e os examinadores sabiam bem a cor da pele do aluno que esperavam para o exame, e não era branca como a do amigo de Ramos…

Adrián Ramos alegou que na altura, o Hertha de Berlim tinha convocado uma conferÊncia de imprensa, à qual o avançado não podia faltar para ir fazer o seu exame, então pediu ao seu amigo para o substituir. Durante estes últimos 5 anos, Ramos andou nas estradas da Alemanha com documentos falsos, e mesmo depois de pagar os 30 mil euros, terá que comparecer no exame para obter a sua carta de condução alemã.