Jogadores PT

Wenger: Do regresso ao Arsenal, à proposta do Fulham.

Desde 2018 sem treinador um clube, Arsene Wenger, está desejoso de voltar a trabalhar dia apos dia nos treinos.

E neste sentido, o treinador francês, revelou recentemente as últimas propostas de trabalho que teve.

“Tenho mantido contacto com muitas pessoas no clube, apesar de ter procurado manter a distância. Penso que ainda é um pouco cedo, mas gostava de voltar ao clube, não como treinador, mas talvez como uma mais-valia para o departamento de futebol” – sobre uma possível integração na estrutura do Arsenal.

“Estive tentado, mas tive medo de me atirar assim de cabeça para o projeto. Neste momento sinto-me como alguém que acordou de um coma de 35 anos e que finalmente vê algo diferente que o meu clube, o jogo e o meu trabalho. Por isso achei que precisava de mais algum tempo para analisar as coisas à distância” – Afirmou Wenger sobre uma proposta feita pelo Fulham.

 

SENHOR. Wenger quer evoluir.