Jogadores PT

Imprensa italiana coloca CR7 fora da Juventus

Transferência do craque português estará em cima da mesa, escrevem em Itália.

A Juventus comunicou no sábado passado que chegou a acordo com o plantel para proceder a cortes nos salários dos jogadores. A medida surge na sequência da crise financeira gerada pela pandemia de covid-19 no futebol – assim como nos outros desportos – e, segundo a Gazzetta dello Sport, a opinião de Cristiano Ronaldo sobre o tema foi decisiva para convencer os restantes futebolistas a concordarem com a tomada de posição do clube.

A verdade é que o tema continua a ter novos desenvolvimentos, agora trazidos pela publicação Il Messaggero, dando conta mesmo da possibilidade de o craque português não continuar em Turim.

O jornal realça que os cortes levados a cabo podem não ser suficientes para reverter os danos financeiros causados pela pandemia, colocando em cima da mesa três opções. Uma delas engloba mesmo uma transferência para outro clube. As outras duas implicam a continuidade no campeão italiano, mas sem prolongar o contrato, até 2022, ou, por outro lado, com uma renovação onde se inclui uma substancial redução do vencimento.

“Cristiano foi de encontro às exigências da Juventus e abriu caminho ao acordo. A decisão dele foi a mais importante de toda a equipa. O CR7 aufere 31 milhões de euros limpos por época, pelo menos o triplo dos companheiros. Assim que o sinal da Madeira foi positivo, tudo se tornou simples”, escreveu há dias a Gazzetta dello Sport sobre a redução salarial, revelando ainda que Ronaldo vai abdicar de 10,3 milhões de euros.