Jogadores PT

Eis as “Taça da Europa” por Aurélio De Laurentiis.

Nos últimos tempos muito se tem falado na criação de uma nova competição europeia, a Superliga Europeia, onde teria como base o histórico e estatuto das equipas, e não o rendimento desportivo. A Madrid, está a chegar mais uma reunião da Associação Europeia de Clubes, onde o tema principal é o novo formato da Liga dos Campeões.

Mas de Itália, mais precisamente do presidente do Napoli, chega uma proposta bem diferente do que se tem ouvido. Segundo o mesmo, tanto a Liga dos Campeões como a Liga Europa, deviam ser abolidas e então criar-se uma competição, dominada de Taça da Europa.

“A Liga dos Campeões e a Liga Europa devem ser abolidas e seria criada uma competição com 80 equipas. Entravam os sete primeiros classificados de Itália, França, Alemanha, Inglaterra e Espanha e os quatro primeiros de Portugal, Holanda, Bélgica, Suécia e demais países” – Avançou o responsável máximo dos “Napolitanos”, onde acrescenta o formato da competição:

“Quatro grupos de 20 equipas com 19 jornadas e um sorteio para definir quem joga primeiro em casa. Eu chamaria a isto Taça da Europa e os jogos seriam jogados à semana, com respeito pelos campeonatos nacionais, que continuariam aos fins de semana.”

A ideia da nova Superliga Europeia, tem como principal mentor, Andrea Agnelli, Presidente da Juventus, contudo, De Laurentiis, acredita na sua capacidade de argumentação para mudar as ideias do homem forte da “Vecchia Signora”:

“Ele é inteligente, não creio que queira um torneio que reduza o futebol europeu. É uma fórmula que pode funcionar a curto prazo, mas no fim de contas afastaria grande parte do público.”

No fim, qualquer alteração, só será verificada, a partir de 2024.

 

Rostos importantes do futebol italiano.