Jogadores PT

“Nem Messi nem Cristiano chegam perto do Fenómeno”

Ao Goal, Roberto Carlos apontou o compatriota Ronaldo Nazário se colocou num patamar inalcançável até para Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi.

«O que o Ronaldo fazia nos treinos era uma coisa inacreditável. Foi o melhor, nunca vai haver outro Fenómeno. Nem Cristiano, Messi ou Neymar chegam lá. Foi único. Acho que na nossa geração era mais difícil marcar golos, o futebol era mais físico e os avançados eram menos protegidos. Mas o Ronaldo conseguia fazer o que queria», vincou o antigo lateral-esquerdo, que recordou também os tempos do Real Madrid galáctico.

«Havia um ambiente sensacional dentro do clube. Apesar de todos sermos grandes jogadores, éramos todos, e ainda somos, grandes amigos. Era espetacular, porque o Real Madrid é muito maior do que os egos dos jogadores.»