Jogadores PT

O efeito dominó do Coronavirus

O Coronavirus chegou à Europa para afetar todas as esferas da sociedade e espelho disso é mesmo o futebol. Todas as horas, surgem novas medidas para limitar (pelo menos) a propagação do vírus e se há poucas horas a os jogos em Portugal podiam ser jogados à porta fechada, a Federação Portuguesa de Futebol acabou de impor a suspensão de todas as competições nacionais, tanto de futebol como de futsal, a partir de amanha, dia 13 de Março.

Hoje não foi apenas em Portugal que houve este tipo de decisão. Depois de Itália e Espanha, a Holanda também suspendeu as suas competições, por tempo indeterminado. Alemanha também deve tomar uma decisão nos próximos dias, ao passo que a França também deve seguir o exemplo. Na Inglaterra de momento, ainda não se foi além do decreto dos jogos à porta fechada para este fim de semana, mas de facto, qualquer informação pode ser contrariada em poucas horas, tal é a urgência.

A nível de competições internacionais, jornais desportivos importantes da Europa, tal como o L’Equipe, avançam que tanto Liga dos Campeões como Liga Europa deverão seguir o mesmo caminho e serem interrompidas. Uma situação à qual, segundo essas fontes, nem o Euro 2020 deve escapar, alegando que a competição deve ser recolocada  em 2021. Aliás, há poucas horas, os jogos particulares da Seleção das Quinas, num mini torneio a realizar no Catar, foram cancelados. 

Por esta situação, sem as seleções europeias poderem ter ensaios gerais para preparar a competição, será sempre difícil manter a competição, que caso se realize mesmo, poderá ser à porta fechada. De facto, todos os sinais apontam para o adiamento da prova europeia de seleções, remetida obviamente para um momento mais longínquo (1 ano depois da data inicialmente prevista), para a UEFA e todas as federações terem o recuo suficiente sobre a evolução desta situação caótica.

Este efeito dominó é muito triste para os milhões de Portugueses que queriam ver a sua Seleção defender o título europeu já no próximo mês de Junho. Aliás, Portugal poderia conta com uma das melhores gerações da sua história, com Bernardo Silva, Bruno Fernandes, João Félix, ou ainda Ruben Dias ou Nelson Semedo para acompanhar um Cristiano Ronaldo determinado.

Aliás Portugal podia contar com um estatuto de outsider, muito interessante para retirar alguma da pressão a que estão sujeitos os Campeões em título. Os especialistas em previsões desportivas, como a Sportytrader, até colocava Portugal entre as possíveis sérias surpresas deste Europeu, numa revalidação que seria histórica, como se pode conferir na página de previsões Euro 2020 do site. E o pior de tudo é que caso se confirme a reposição da prova para 2021, Cristiano Ronaldo terá então 36 anos E apesar do tempo parece não passar por ele… Certo é que o astro português está atualmente em grande forma.