Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

Mário Jardel e o vício da cocaína

Mário Jardel, o antigo jogador do FC Porto e do Sporting, falou de alguns detalhes sobre a sua luta contra a cocaína que admitiu que começou a consumir quando jogava no Porto.

 

O antigo avançado revelou ao Portal Lancenet que «Foi nas férias aqui em Fortaleza em 1998, na época em que eu estava no Porto. Eu estava num churrasco”, conta o antigo avançado, garantindo que “só usava nas férias”».

Jardel diz ainda que a equipa técnica dos dragões sabiam da situação: «O médico e o fisioterapeuta da equipa sabiam, porque eu falava. Eu fazia exames todos os dias antes do treino, fiquei fechado um mês dentro da concentração para me recuperar», explicou o “Super Mário”.

Quando contatados, o médico e fisioterapeuta da altura revelam que «É mentira. Nunca soube, nem sequer desconfiei que ele consumisse droga. Nós fazíamos exames constantemente e nunca acusou nada» e que «Na altura fazíamos exames à urina e, caso ele tivesse consumido cocaína, durante, pelo menos 15 dias, ela seria detetada nos exames. Isso nunca aconteceu», esclarecendo ainda que esses exames ocorriam também no regresso de férias.

O brasileiro, afirmou também que a última vez que usou cocaína, foi há «dois ou três anos», e disse também que se não fosse o problema das drogas, que ainda hoje certamente estaria a jogar futebol profissional.

Agora, Mário Jardel, visica um psiquiatra uma vez por semana e toma medicamentos para evitar recaídas.