Futebol Nacional e Internacional – Notícias, Vida e Transferências

As melhores frases de 2014

O “maisfutebol”, compilou várias frases, que considerou ser as melhores do ano de 2014 ditas por treinadores, jogadores, imprensa, etc…

Algumas destas frases foram grandes indiretas e bem verdades… Já outras não passam de baboseiras e disparates que saem da boca sem antes serem processadas no cérebro… Confere aqui:

 

«Eusébio deu tudo o que tinha para elevar o nome de Portugal o mais alto possível».
Jorge Sampaio, ex-presidente da República (05-01-2014)

«Tenho uma confiança cega de que na última jornada seremos campeões»
Paulo Fonseca, ex-treinador do FC Porto (12-01-2014)

«Quem me conhece sabe o sacrifício que foi ganhar esta Bola de Ouro»
Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid (13-01-2014)

«Tanto choraste que ta deram. Parabéns! Mas és o melhor do momento e não de 2013»
Walter Pandiani sobre Cristiano Ronaldo (13-01-2014)

«Se não jogar o Matic, joga o Manel. Substituto na formação? Tinham de nascer dez vezes»
Jorge Jesus, treinador do Benfica (15-01-2014)

«Arsène Wenger é um especialista em falhanços»
José Mourinho, treinador do Chelsea (14-02-2014)

«Só os ratos é que fogem. Não fugimos de ninguém, muito menos dos nossos adeptos»
Pinto da Costa, presidente do FC Porto (23-02-2014)

«Saí mais cedo para ir dizer o resultado à minha mulher»
José Mourinho, treinador do Chelsea (22-03-2014)

«Quero agradecer às mães dos jogadores, que os fizeram nascer com uns huevos tão grandes.»
Diego Simeone, treinador do At. Madrid (30-04-2014)

«Queria estar a 110 por cento, estou a 100, acho que isso será suficiente»
Cristiano Ronaldo, capitão de Portugal (15-06-2014)

«O que podemos dizer é que não faltou caráter e vontade de ganhar, o que nos faltou foi sorte»
Vicente Del Bosque, selecionador de Espanha (18-06-2014)

«Estávamos no grupo da Morte mas hoje o morto é outro»
Bryan Ruiz, avançado da Costa Rica (20-06-2014)

«Tínhamos índices de suspeição lesional superiores aos de outras convocatórias»
Henrique Jones, médio da seleção nacional (24-06-2014)

«Disse ao Gotze: mostra ao Mundo que és melhor que Messi»
Joachim Low, selecionador da Alemanha (13-07-2014)

«Adeptos? Eu também olho para o céu e não percebo de meteorologia»
Ricardo Chéu, ex-treinador do Penafiel (17-08-2014)

«Conheciam tanto o Talisca como eu conhecia o D'Artagnan»
Jorge Jesus, treinador do Benfica (15-09-2014)

«Fico contente por perceber que lê Dumas, eu leio a gramática portuguesa»
José Mourinho, treinador do Chelsea, sobre Jorge Jesus (18-09-2014)

«Saída da seleção não partiu de mim»
Paulo Bento, ex-selecionador de Portugal (19-09-2014)

«Paulo Bento disse-me que não sentia as mesmas condições para continuar»
Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol (24-09-2014)

«Não gosto da palavra renovação»
Fernando Santos, seleccionador de Portugal (25-09-2014)

«Bola de Ouro deve ir para quem venceu o Mundial»
Michel Platini, presidente da UEFA (19-10-2014)

«Há outros jogadores que reagem partindo a perna de alguém, ou o nariz.»
Luis Suárez, avançado do Uruguai (24-10-2014)

«Vim numa missão e não em busca de um emprego»
Luís Duque, presidente da Liga de clubes (27-10-2014)

«Regulamento proíbe que estejam treinadores que foram eliminados da Champions»
José Mourinho, treinador do Chelsea, sobre Jorge Jesus (31-10-2014)

«Se há coisa que eu sou é a antítese do populista»
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting (12-11-2014)

«Ainda não sei se ficamos em último, ainda falta um jogo»
Jorge Jesus, treinador do Benfica (29-11-2014)

«Se algum maluco tivesse apostado no Penafiel ficava rico»
Rui Quinta, treinador do Penafiel (07-12-2014)

«Depois do que vi no relvado, estou convencido que o FC Porto vai ser campeão.»
Julen Lopetegui, treinador do FC Porto (14-12-2014)

«Comigo as coisas bateram no top»
Jorge Jesus, treinador do Benfica (14-12-2014)

«De mediatismo alto e falsas promessas já vivi o suficiente»
André Villas-Boas, treinador do Zenit (16-12-2014)

«É necessário deixar de justificar cada mau resultado ou má exibição com chavões ou filosofias românticas»
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting (19-12-2014)

«Não querendo comentar as declarações do presidente, eu como treinador prefiro criticar ou elogiar cara a cara»
Marco Silva, treinador do Sporting (21-12-2014)